• Facebook

Mário da Silva Júnior

Currículo Lattes - Email


Mario



MARIO DA SILVA é professor de violão clássico da EMBAP (Graduação e Pós-Graduação) com ênfase na música contemporânea. Como concertista, realizou abertura do The New York Guitar Seminar, Nova York em 2012 e 2016. Outros concertos realizados: Guitarra de Buenos Aires, Teatro Foz Lisboa, Reading (Inglaterra), Schaffhausen (Suiça), IBRIT, Milão, Conservatório em Mainz (Alemanha), Festival Dei Flammini, Roma, Noruega, Finlândia, Espanha, Paris, Ciudad del México.
Através da Fundación Hispano Brasileña realizou tournee se apresentando em Salamanca, Madrid, Barcelona e Sevilla, projeto em homenagem a João Cabral de Mello Neto.
Bacharel e Especialista em Música pela EMBAP, Mestre em Performance UNIRIO/RJ, Doutor em Composição pela UNICAMP tendo como tema as Técnicas Expandidas para Violão. Realizou pesquisa de Pos Doc em Ações Cênicas e Música na UNIRIO em 2016. 
Gravações: Long Play Quarteto de Violões de Curitiba, CD Música Antiga Ed. Paulus, CD Nova Música Brasileira, CD música brasileira desconstruída sob encomenda, CD Tu Tausan Tu Elve com obras próprias e de André Abujamra. Trilha do documentário Diáro de uma Busca de Flavia Castro vencedor do Biarritz e na TV GLOBO na trilha sonora de Tim Rescala em Pedacinho de Chão. É associado da Musimagem e participou dos Festivais Musimagem no CCBB 2015 e 2016, tendo obra própria interpretada pela Orquestra de Ouro Preto. 
Com Rocio Infante realizou a performance RESÍDUO, dirigida por Lu Grimaldi com apresentações em Hattiesburg, Boston e New York. Recital de Abertura do Seminário de Violão de Nova York 2016. Concerto com Orquestra da UFRJ na Sala Cecilia Meireles como solista do Concerto para Violões e Cordas de Edino Krieger e face da comemoração dos 90 de idade do compositor. Participa do Coletivo Imprevistos com apresentações em Curitiba (Barracão Encena e CCO no Rio de Janeiro).
CD Violão Expandido, lançado em 2018 com obras de Sergio Assad, Edino Krieger, Clarice Assad, dentre outros. “Trata-se de um repertório corajoso, pela sua extrema dificuldade tanto de execução pelo intérprete como de decodificação por uma plateia não habituada a uma linguagem mais contemporânea. O disco é primoroso e o repertório revela diferentes linhas estéticas dos mais recentes movimentos musicais no Brasil”. Ricardo Tacuchian (compositor).
Em 2019 foi convidado a lançar o CD Violão Expandido no The New York Guitar Seminar, Nova York.





_
Recomendar esta página via e-mail: