• Facebook

C.R. | Ementas

1º Ano CR

Obs.: ementas conforme « Projeto Pedagógico do Curso de Composição e Regência » (Matriz Curricular 2014)

História da Música I (68 horas)
Elementos e conceitos básicos para a compreensão da História da Música desde os primórdios da civilização ao Barroco. Relação da música e de sua linguagem com as outras artes bem como com a história social, filosofia e estética.

Antropologia Cultural (68 horas)
Natureza e cultura. Antropologia como ciência. Positivismo e Evolucionismo. Elementos de história da Antropologia. Teorias da arte primitiva. Música, mito e ritual. Cultura Brasileira.

Metodologia Científica (68 horas)
A disciplina propõe-se desenvolver integradamente a prática pedagógica e a prática científica, constitutivas da pedagogia universitária; a partir dos seguintes eixos temáticos: Importância da ciência e tecnologia no mundo moderno e contemporânea; teoria do conhecimento envolvendo aspectos conceituais e evolução histórica; metodologia científica como suporte e ingrediente sistematizado das investigações acadêmicas; Estratégias de leitura; Trabalhos acadêmicos; natureza, metodologia, estruturação e características técnicas; aspectos formais de apresentação e exercício de trabalho monográfico que evidencie os componentes do projeto e sua consistência interna.

Instrumento de Orquestra I (34 horas)
Proporcionar ao aluno o contato com um instrumento de orquestra, aprendendo de perto as técnicas e estilos. Sua participação na orquestra e vivência musical é de suma importância para o Compositor ou para o Regente.

Harmonia (102 horas)
Estudo da Harmonia Tonal através de encadeamentos e pequenas análises de obras do repertório clássico e popular. Harmonia Tradicional (graus) e Harmonia Funcional. Condução de vozes. Regras básicas de encadeamento. Encadeamento de Graus conjuntos e disjuntos. Campo harmônico de tríades e de tétrades, inversões de tríades e de tétrades. Cadências (Perfeita, Imperfeita, Interrompida, Plagal, Á Dominante, de Picardia, Frigia. Resolução das notas atrativas. Transformação de acordes em dominantes individuais (maior, de 7ª da Dominante, e 7ª Diminuta). Acordes de empréstimo Modal. IV menor. Acordes em Napolitano. Acorde de 6ª aumentada. Modulação. Processos pos tonais: Tonalidade expandida; Tonalidade Suspensa; Tonalidade Flutuante; Tonalismo Livre; Pandiatonicismo; Politonalidade; Atonalidade; Atonalismo Livre; Dodecafonismo.

Contraponto I (102 horas)
Estudo do contraponto vocal em textura à duas e três vozes e/ou mais vozes, segundo as regras do século XVI. Condução das vozes: encadeamento de consonâncias e tratamento das dissonâncias. As cinco espécies. Características do sistema modal: espécies de quartas e quintas. Cadências Polifônicas. Procedimentos de composição: Contraponto Imitativo, Contraponto Livre, Contraponto duplo. Audição e Análise de obras.

Percepção Musical I (68 horas)
Treinamento auditivo. Prática intensiva envolvendo intervalos, escalas e acordes, paralela à intensificação dos estudos dos fatos básicos da Teoria Musical.

Instrumentação e Orquestração I (68 horas)
Conhecer todos os instrumentos de Orquestra. Detalhes físicos de construção e emissão sonora, timbres e extensões. Sua função na orquestra e como solista. Escutar exemplos das grandes obras do repertório se baseando sempre na gravação com a partitura. Começando com as cordas (Violino, Viola, Violoncelo e Contrabaixo), em seguida as madeiras e respectivas famílias (madeiras a 2, madeiras a 3) (Flauta, Flautim Flauta Contralto, Flauta Baixo; Oboé, Oboé d’amore, Corne Inglês; Clarinete, Requinta e Clarone; Fagote e Contrafagote) seguindo com os metais e suas famílias (Trompas, Trompete, Trombone, Tuba). Realizando sempre orquestrações de obras para piano que tenham possibilidade orquestral sendo primeiro só com cordas, depois cordas e madeiras e em seguida cordas, madeiras e metais.

Composição I (68 horas)
Orientação para a composição de obras musicais modais: Em música o termo “sistema” – no caso, sistema modal - está geralmente associado a um conjunto de alturas relativas, culturalmente selecionadas, ordenadas e relacionadas entre si por meio de intervalos; mas não somente isso. As ideias reunidas em sistemas são unidades informacionais/simbólicas que se atraem em função de afinidades próprias ou de princípios organizacionais (lógicos, paradigmáticos). O imprevisível é uma variação do sistema, mas se faz míster um sistema para que essa variação apareça e constitua uma informação.

Regência I (68 horas)
Oferecer as informações necessárias para os primeiros passos no conhecimento da técnica e domínio do gestual. Organização administrativa de um grupo musical (coro, banda e orquestra).


2º Ano CR


História da Música II (68 horas) ♦ Pré-requisito: História da Música I
Elementos e conceitos básicos para a compreensão da História da Música desde o Classicismo até o século XX. Relação da música com as outras linguagens artísticas assim como com a história social, filosofia e estética.

Acústica Musical (68 horas)
Movimento Harmônico Simples. Natureza e Propagação do som. Instrumentos de corda. Série Harmônica. Escala Pitagórica. Tubos sonoros. Instrumentos de sopro e percussão. Nível de Intensidade sonora. Acústica de ambientes. Noções de eletroacústica.

Instrumento de Orquestra II (34 horas)
Continuar o desenvolvimento do aluno no instrumento de orquestra escolhido.

Arranjo I (68 horas)
Conhecer e construir arranjos vocais, partindo de exemplos de obras corais já existentes. Realização de exercícios a 2, 3 e 4 vozes. Arranjo a 4 partes reais. Arranjo vocal com base acrescentada. Condução de vozes, colocação e adaptação das letras, e demais detalhes que afetam um arranjo vocal.

Contraponto II (102 horas) ♦ Pré-requisito: Contraponto I
Estudo do contraponto tonal do século XVIII, com ênfase na música instrumental - textura à duas, três e quatro vozes. Aplicação do contraponto como princípio decorativo. Técnicas de Imitação. Técnicas de prolongação: melódica / contrapontística. Contraponto Livre (não imitativo), Contraponto Imitativo (Invenção, fuga, cânone) e Contraponto Duplo.

Percepção Musical II (68 horas) ♦ Pré-requisito: Percepção Musical I
Treinamento auditivo. Continuidade e aprimoramento do trabalho desenvolvido na série anterior, com ênfase na parte prática. Percepção harmônica. Exploração de diferentes timbres e regiões extremas da escala geral. Desenvolvimento da capacidade de identificação de estruturas musicais simples até as mais elaboradas.

Análise I (68 horas) ♦ Pré-requisito: Harmonia
Entender as várias formas de análise musical. Análise harmônica, formal. Saber contextualizar as obras nos períodos da história musical. Forma binária barroca, forma sonata, formas ternárias, forma canção, rondó, rondo sonata, etc.

Instrumentação e Orquestração II (68 horas) ♦ Pré-requisito: Instrumentação e Orquestração I
Conhecer os instrumentos de percussão, Harpa, Piano, Órgão e Coro. Detalhes físicos de construção e emissão sonora, timbres e extensões. Sua função na orquestra e como solista. Escutar exemplos das grandes obras do repertório se baseando sempre na gravação com a partitura. Realizar uma orquestração completa: Cordas, madeiras, metais, percussão. Analisar grandes obras orquestradas pelos grandes mestres da música mundial, seus detalhes sempre com gravações e partituras.

Composição II (68 horas) ♦ Pré-requisito: Composição I
Orientação para a composição de obras tonais e atonais: Aprendizado da composição musical segundo a maneira de organizar o texto musical nos estilos Barroco, Clássico e Romântico, bem como nas escolas nacionais (Bartok, Villa-Lobos, Ginastera, etc.). Fenômeno musical intrinsecamente ocidental acontecido entre os sec. XVII e XX. E por outro lado as tentativas de reciclar, dilatar e reinventar o sistema musical do ocidente contemporâneo.

Regência II (68 horas) ♦ Pré-requisito: Regência I
Exercícios técnicos de regência. Independência das mãos. Técnica do legato, staccato, crescendo e decrescendo, fermata, sforzzando, ataque, subdivisões, dinâmica, anacruse, fraseado e corte em todos os tipos de compassos entre outras técnicas. Percepção auditiva de partituras. Estudo e direção de obras musicais para coro.


3º Ano CR


Música no Brasil (68 horas)
Estudo da música no Brasil desde a chegada dos portugueses, no séc.XVI passando pelo período colonial, música no Império, na República, no séc.XX até os os nossos dias.

Introdução à Etnomusicologia (68 horas)
Prover ao aluno os conhecimentos de outras etnias e culturas visando o melhor aprendizado das músicas fora centro europeu.

Instrumento de Orquestra III (34 horas)
Continuar o desenvolvimento do aluno no instrumento de orquestra escolhido.

Arranjo II (68 horas) ♦ Pré-requisito: Arranjo I
Desenvolver um arranjo a partes reais para um grupo de música de câmara. O arranjo deve ter introdução e exposição das partes. Podendo ser contrapontístico ou homofônico. Desenvolver um arranjo para um quarteto de instrumentos de sopro com base (piano, baixo, bateria, guitarra). Podem ser utilizadas várias técnicas: Homofônico, contrapontístico (contracanto passivo ou outra melodia), harmonia seccional como técnica mecânica em bloco (com tríades, tétrades, drop 2, drop 3, drop 2 + 4, spead). O arranjo pode ter variações e improvisos. Técnica de escrita para a base.

Análise II (68 horas) ♦ Pré-requisito: Análise I
Entender as várias formas de análise musical. Análise harmônica, formal. Saber contextualizar as obras nos períodos da história musical. Forma binária barroca, forma sonata, formas ternárias, forma canção, rondó, rondo sonata, etc.

Técnica Vocal (68 horas)
Ensinar o aluno as técnicas vocais necessárias à regência coral bem como técnicas de expressão vocal ligadas à dicção de termos estrangeiro e de oratória.

Prática de Regência I (68 horas)
Prover ao aluno a experiência da regência de Corais nas suas mais variadas formas, a duas, três ou quatro vozes.

Estética (68 horas)
O estudo da Estética tem como objetivo familiarizar o estudante com temas estético-filosóficos. De um lado favorece a discussão sobre a linguagem e conteúdo, e de outro, procura não só realizar um estudo comparativo e cronológico de obras, de e gêneros musicais, ou mesmo de Filosofia e da Musica; ela é uma área que propõe uma interpretação histórica dos problemas da Estética Musical em sua inserção sócio-histórica e político-cultural, buscando criar um campo próprio que adota tanto a História de Música como a História da Filosofia.

Composição III (68 horas) ♦ Pré-requisito: Composição II
Orientação para composição como Metassistema: Música incidental, Música de Cena e Performance.

Regência III (68 horas) ♦ Pré-requisito: Regência II
Exercícios técnicos de regência. Independência das mãos. Técnica do legato, staccato, crescendo e decrescendo, fermata, sforzzando, ataque, subdivisões, dinâmica, anacruse, fraseado e corte em todos os tipos de compassos entre outras técnicas. Percepção auditiva de partituras. Estudo e direção de obras musicais banda.


4º Ano CR


Musica dos Séculos. XX e XXI (68 horas) ♦ Pré-requisito: História da Música II
Estudo da trajetória das linguagens musicais no ocidente através do séc.XX e suas implicações no séc. XXI.

Música Eletroacústica (68 horas) ♦ Pré-requisito: Acústica Musical
Introdução à música eletrônica, música concreta, eletroacústica e por computador. Estudo sobre as novas tecnologias aplicadas à criação musical, às novas linguagens e possibilidades e às novas notações.

Instrumento de Orquestra IV (34 horas)
Continuar o desenvolvimento do aluno no instrumento de orquestra escolhido.

Criação de Trilha Sonora (102 horas) ♦ Pré-requisito: Composição I
Habilitar o aluno a compor vários tipos de músicas incidentais. Atender à demanda do mercado em criação de Jingles, vinhetas, trilhas para vídeos em suas mais variadas formas como cinema, teatro, televisão, rádios, celulares e jogos eletrônicos.

Prática de Regência II (68 horas) ♦ Pré-requisito: Prática de Regência I
Prover ao aluno a experiência da regência de Banda Sinfônica e Orquestra Sinfônica.

Composição IV (68 horas) ♦ Pré-requisito: Composição III
Orientar o aluno formando em composição de maneira que ele possa conceber um trabalho consciente do seu significado como produto de conhecimento. Entendendo que a analogia é iniciadora, inovadora e que alimenta uma ligação entre o concreto e o abstrato (via isomorfismo, tipologias e homologias) e entre imaginário e real (via metáfora). E que essas pontes estimulam ou provocam a concepção, isto é, a formação de novos modos de organização do conhecimento e do pensamento musical.

Regência IV (68 horas) ♦ Pré-requisito: Regência III
Exercícios técnicos de regência. Independência das mãos. Técnica do legato, staccato, crescendo e decrescendo, fermata, sforzzando, ataque, subdivisões, dinâmica, anacruse, fraseado e corte em todos os tipos de compassos entre outras técnicas. Percepção auditiva de partituras. Estudo e direção de obras musicais para orquestra.


Estágio CR


Estágio Supervisionado Profissionalizante (136 horas) -----> em breve Regulamento


TCC CR

Trabalho de Conclusão de Curso TCC (34 horas 3º Ano; 34 horas 4º Ano) -----> Regulamento


OPTATIVAS


Ver resolução da UNESPAR que aprova as disciplinas optativas para CR: http://www.unespar.edu.br/a_reitoria/atos-oficiais/cepe/resolucoes/2016/resolucao-019-2016-cepe.pdf/
Recomendar esta página via e-mail: