• Facebook

Elisabeth Muller Seraphim Prosser

Musicologia

Currículo LattesSite pessoalEmail


bettyDoutora em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela UFPR, com pesquisa sobre o Graffiti em Curitiba; Mestre em Educação pela PUCPR, com investigação sobre a arte, a sociedade e a educação em Curitiba, da colonização à criação da Embap, em 1948; Especialista em História da Arte pela Embap, com pesquisa sobre a obra e a linguagem composicional de José Penalva. Licenciada em Música e Bacharel em Instrumento: Piano pela Embap. É professora de História da Música e História da Arte na Embap/Unespar e em cursos de pós-graduação de diversas instituições. Desenvolveu carreira internacional como musicista no Brasil e no Canadá, com a flauta doce e o cravo, especializando-se em música barroca. Atuou como solista da Camerata Antiqua, Affetti Musicale (Argentina), Only Baroque (Canadá), Cantabile Recorder Ensemble e outros grupos, ao lado de músicos como Edmundo Hora, Pierre Hamon, Ingrid Seraphim, Alex Klein, Maria Alice, Maria Esther, Eunice e Zélia Brandão, Ricardo Kanji, Martha Herr, Manfred Kramer, Norberto Broggini, Susan Prior, Scott Paterson e muitos outros. Entre os regentes com quem solou, contam-se Roberto de Regina, Roberto Schnorrenberg, Lutero Rodrigues, José Penalva, Henrique Morozovicz, Emanuel Martinez, Hildegard Soboll Martins e outros. Dentre os principais eventos que dirigiu, desde a década de 1980, estão as Oficinas de Música de Curitiba (membro da Comissão Artística até 2000), os Encontros de Música Antiga, os Simpósios Latino-Americanos de Musicologia (com Paulo Castagna e Lutero Rodrigues), os Seminários Sul de Música / Semana da Criança, o Femuskinho (Jaraguá), o Festival Penalva / Mostra de Música Paranaense e os Fóruns de Pesquisa em Arte da Embap. Coordena, ainda, o Grupo de Pesquisa em Música Paranaense (CNPq) e o Acervo de Música Paranaense (Unespar/Embap). Foi diretora do Canal da Música (1998-1999) e do Laudate Centro de Música. Atuou intensamente como professora de flauta doce na Embap (implantando os cursos Livre – depois Fundamental – e Superior, bem como a disciplina de flauta-doce na Licenciatura em Música), no Colégio Integral e na Escola Suíça, em Curitiba, desenvolvendo trabalho de musicalização e de formação de músicos e professores. Desde 1995 deixou sua atividade de concertista, passando a dedicar-se intensamente à pesquisa e à publicação de livros sobre a história social da arte paranaense e à elaboração de livros didáticos para a arte-educação. Os temas pelos quais transita vão da arte de rua à arte culta e da Educação à Antropologia, abrangendo a música, as artes visuais e as artes cênicas. Realizou, ainda, a curadoria e a organização de exposições sobre arte de rua e arte paranaense, e a edição de catálogos de artes visuais. Entre suas principais obras destacam-se: Um olhar sobre a música de José Penalva: catálogo comentado. Curitiba: Champagnat, 2000; Cem anos de sociedade, arte e educação em Curitiba (1853-1953). Curitiba: Imprensa Oficial, 2004; José Penalva: uma vida com a batina e a batuta (com S. Bojanoski). Curitiba: Unificado, 2006; Acervo Artístico da Associação Comercial do Paraná. Curitiba: ACP, 2010; Graffiti Curitiba. Curitiba: Kairós, 2010; Catálogo da Exposição da pintora Elza Weimar Müller. Curitiba: Fundação Cultural de Curitiba; ARTE: doze video-aulas e livro. Curitiba: IesdeBrasil, 2004; ARTE: dezesseis livros para o Ensino Fundamental 2. Curitiba: Positivo, 2011-2013. Edita regularmente os Anais dos eventos científicos que organiza. Tem inúmeros artigos e capítulos de livros publicados no Brasil e no exterior, alguns disponíveis na página www.elisabethprosser.pro.br e em outros endereços na internet. Recebeu vários prêmios pelo conjunto da sua obra.

Recomendar esta página via e-mail: